Dia 2 - A Sabedoria da Obediência

Jan 2 2020

Enquanto vamos lendo a Bíblia, o papel da obediência e da desobediência em determinar as bênçãos de Deus se torna cada vez mais evidente. Começou com Adão e Eva, no Jardim do Éden. Enquanto eles foram obedientes, viveram abençoados e em paz. Quando desobedeceram, trouxeram maldição sobre si e sobre a terra, perdendo as bênçãos que Deus lhes havia dado. Isso continua com seus filhos, Caim e Abel. Um era obediente e o outro desobediente, e o resultado disso foi conforme o esperado. Para Abraão, Isaque e Jacó, a obediência trouxe promessa para Israel, mas quando houve desobediência, houve consequências indesejadas. E quando José pôs Deus em primeiro lugar, apesar das circunstâncias mais desafiadoras, grande prosperidade veio sobre Israel, mesmo em tempos de fome.

Em toda a Bíblia, o princípio de que a obediência a Deus atrai Suas bênçãos, enquanto a desobediência resulta em problemas e sofrimento, permanece. Sem falhar, vemos que a prosperidade de Israel cresce e diminui de acordo com a obediência ou desobediência de seus líderes.

A lição é clara. Se queremos viver com a bênção de Deus, precisamos de Sua sabedoria para nos ensinar a diferença entre obediência e desobediência – o que agrada a Deus e o que O desagrada.

Em sua raiz, a obediência é uma questão de confiança. Obediência é uma evidência de que você confia em Deus. Se você não confia em Deus, então terá problemas para obedecê-Lo. A falta de confiança é uma falta de sabedoria. E sabedoria é o que te abrirá caminhos.

Quem dentre vós teme ao Senhor? Quem obedece à voz do Seu Servo?
Quem caminha na escuridão, sem nenhuma luz?
Coloque a sua confiança no Nome do Senhor e apoie-se em seu Deus.
Isaías 50:10 (New King James Version, tradução literal)

Apesar do apelo de Samuel, Saul desobedeceu a Deus ao ultrapassar Seus limites; consequentemente, Samuel aconselhou a Saul que a obediência é mais importante do que sacrifícios (leia 1 Samuel 15:22). Sacrificar é dizer NÃO para si mesmo. Obedecer é dizer SIM para Deus. A questão é: podemos sacrificar coisas que não necessariamente envolvam a Deus. Isso não quer dizer que o sacrifício seja errado, mas, antes, quer dizer que obedecer é melhor. Deus procura por sua obediência.

Muitos cristãos interpretam mal a ideia de obediência, vendo-a como um princípio arcaico do Antigo Testamento, debaixo da Lei. No entanto, Jesus deu exemplos de obediência a Seu Pai e, ao fazê-lo, abriu um caminho para que pudéssemos viver debaixo da graça da Nova Aliança. Porém, em nenhum lugar da Bíblia, você encontrará Deus aprovando a desobediência a Ele. Dizer SIM para o convite de Jesus e aceitar Seu Senhorio sobre nossas vidas é a porta de entrada para uma vida de vitória e o caminho de sabedoria a ser trilhado para uma vida de obediência e submissão a Ele.

ORAÇÃO:

Senhor, Tu és totalmente confiável, e quando eu falho em confiar no Senhor é porque não estou Te vendo como realmente És. Perdoa-me e me ajude a renovar minha mente por meio da Tua Palavra e a Te ver em espírito e verdade. E que, dessa forma, eu possa, com confiança, sempre dizer SIM ao Senhor.